logomarca

As Mais Tocadas

  • 1
    Eu estou aqui Resgate
    Eu estou aqui Resgate
  • 2
    Mais que imaginei Catedral
    Mais que imaginei Catedral
  • 3
    One U2
    One U2
  • 4
    Viva La Vita Cold Play
    Viva La Vita Cold Play
  • 5
    Milagres André Valadão
    Milagres André Valadão
  • 6
    Três Rios Skank
    Três Rios Skank
  • 7
    Humanos Oficina G3
    Humanos Oficina G3
  • 8
    Oque na verdade somos Fruto Sagrado
    Oque na verdade somos Fruto Sagrado
  • 9
    Magesty Delirius
    Magesty Delirius
  • 10
    Come Away Jesus Culture
    Come Away Jesus Culture

Acompanhe-nos

Visitantes


Você é o visitante número 30343 .

Sobrevivem quatro jogadores ao Acidente Aéreo

imprimir tamanho da letra: A- normal A+

Três jogadores da Chapecoense ficaram feridos e estão entre os cinco sobreviventes da queda do avião que levava o time a Medellín: o lateral esquerdo Alan Ruschel, além dos goleiros Danilo e Follmann. As informações são de hospitais da região e de familiares dos jogadores, como a irmão de Alan (veja abaixo). O jornalista Rafael Henzel também foi resgatado com vida.

O avião que transportava a delegação da Chapecoense, para Medellín, local do primeiro jogo da decisão da Copa Sul-Americana, desapareceu do radar e sofreu um acidente em Cerro Gordo, nas cercanias da cidade de La Unión na madrugada desta terça-feira. No voo estavam 81 pessoas, incluindo 72 passageiros e nove tripulantes.

Alguns atletas da Chapecoense não viajaram com a delegação. A lista inclui os seguintes jogadores: Neném, Demerson, Marcelo Boeck, Andrei, Hyoran, Martinuccio, Nivaldo e Rafael Lima. Eles não vinham sendo utilizados pelo treinador Caio Júnior. Entre todo o time, o goleiro Nivaldo é o mais antigo do elenco e está no grupo desde que a equipe estava na Série D.

"Alan Ruschel tem uma fratura de luxação na coluna e do membro superior direito. Estão passando por cirurgia e posteriormente passará por exames mais completos. Rafael tem um trauma de tórax e fratura de perna esquerda. E aguarda os procedimentos. Há mais feridos em uma outra clínica e no hospital São Vicente de Paula", disse uma autoridade do hospital em entrevista transmitida pelo canal SporTV.

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, também não estava no voo. Ele estava na lista como convidado do clube para a viagem à Colômbia. Mais dois integrantes da lista, Rodrigo Ernesto e Pablo Castro, também não estavam na aeronave. Ambos cuidam da logística do time, chegaram antes e estavam no aeroporto para o receptivo. 

O avião tem lugar para 95 pessoas, mas, segundo as autoridades colombianas, tinha 72 passageiros e nove tripulantes no momento do acidente. No total, eram 48 membros da Chapecoense, incluindo 22 jogadores, 21 jornalistas e três convidados, além da tripulação.

 

Deixe seu comentário
Sem comentários cadastrados.
 

Peça sua música

x

Faça aqui o seu pedido musical para o locutor atual: